© 2023 por Nome do Site. Orgulhosamente criado com Wix.com

Águas

A vida é mesmo molhada... 
Ela sua, saliva na risada. 
Respinga no grito, no prazer desliza. 
Mesmo o vazio chora mágoas. 
O óvulo úmido se eterniza. 
O amor, no beijo, troca águas. 
Até na morte a vida se liquefaz. 
Só o ódio é seco, e tanto faz 
pelo que veio ou para quem... 
Empresta morte ao vivo que o tem.


 

Trocas

Mesmo a alegria, quando cresce,
não chega ao fim do texto. 
No pouco riso, seu desfecho,
esperando ser ouvida, entristece. 

Vozes em mesma frequência. 
Batimentos em mesma sintonia. 
Por que o pensamento seria 
feliz em estado de latência ? 

Nem o silêncio é importunado 
se por um olhar for quebrado... 
Mesmo o monólogo só faz sentido, 
se for diálogo e outro ouvido.

Poesias

Partitura do tempo
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now