Pessoa


Axé poeta. Sou negro e gostaria de sua opinião sobre o racismo. Caio-RJ


Pessoa

Alcançam-me ventos solares.

À portas fechadas, pequenos mundos.

Como chegar ao brilho, se infecundos

estão mente, alma... como poluídos ares ?

Entra bebê por minha boca

e chega ao sangue, adulto.

Absorvem-me as idéias, ocultas

e eu as pulso, louca.

Deveriam agir assim, todos.

Idênticos no glamour ou lodo.

De mundos diversos, ressoa

igualmente ínfimos ou especiais.

Não brancos não negros... iguais.

...Cem por cento pessoa.


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo